Contribuir para a promoção da saúde mental na região de TOM e reduzir o impacto das perturbações mentais, com especial incidência no concelho de Mirandela
Assumir a responsabilidade de prestação de cuidados na área da saúde mental inseridos na comunidade sem que as pessoas tenham que se afastar significativamente do seu local de residência
Facilitar o acesso e a continuidade de cuidados a cidadãos com perturbação mental, independentemente do género, situação social e económica
Envolver as pessoas com perturbação mental no planeamento e gestão do seu processo terapêutico
Proteger as necessidades de grupos especialmente vulneráveis (pessoas com incapacidade, comportamentos aditivos, outro tipo de problemáticas sociais associadas)
Reduzir a vulnerabilidade psicossocial das crianças, jovens e adultos em situação de fragilidade psicológica/emocional e contribuir para a melhoria da sua qualidade de vida
Assegurar um acesso mais equitativo a cuidados de qualidade na área da saúde mental na região de Trás-os-Montes
Facultar um leque de respostas variadas de modo a responder a um conjunto alargado de necessidades
Considerar os familiares e cuidadores formais e informais enquanto parceiros fundamentais para a estruturação de respostas adequadas, estimulando a sua participação e facultando o acesso a apoio e informação
Promover o Recovery, através da criação de condições que favoreçam a autodeterminação e procura de um caminho próprio por parte das pessoas com problemas de saúde mental, promovendo a sua autonomia, independência e inserção no mercado de trabalho